domingo, 29 de novembro de 2009

(Off topic) Disney cria a primeira princesa negra


Os desenhos animados mais universais de sempre acompanham os novos tempos. Um ano depois de ter sido eleito o primeiro presidente afro-americano nos EUA, chega a primeira princesa negra à Disney.

A Tiana é uma jovem princesa de origem africana que tem o sonho de abrir um restaurante em New Orleans, a capital do Jazz. Trata-se da primeira princesa negra criada pela Disney e surge no novo filme de animação “The Princess and the Frog” (A Princesa e o Sapo), que se estreia este mês.

Depois de Ariel, Jasmine ou Cinderella, eis que surge Tiana. Desenhada à mão pelos criativos da Disney, esta nova princesa já causou alguma polémica nos EUA. Em Abril deste ano, o filme foi acusado de ser preconceituoso porque a protagonista começou por se chamar Maddy, nome parecido com Mammy, com que os americanos se dirigiam às escravas. A Disney também foi acusada de se ter aproveitado da obamania, apesar de o projecto ter sido iniciado muito antes da eleição de Barack Obama.
A famosa apresentadora Oprah Winfrey dá voz a uma das personagens secundárias do filme, mas Tiana é interpretada por Anika Noni Rose. Já o príncipe por quem Tiana se apaixona é interpretado pelo brasileiro Bruno Campos. Ler mais aqui / Ver vídeo aqui

3 comentários:

Jojo disse...

Eu já tinha visto esta notícia por aí. Não me faz confusão nenhuma. Até acho muito bem! Não sei porque há sempre gente complicada que arranja polémica em todo o lado. Se há uma princesa negra na Disney fazem este espalhafato todo, se não há acusam a Disney de racismo. Decidam-se!...

Bjinhos JM:D

Laelany disse...

Também não estou a ver qual é o problema da princesa negra. Acho que ela está muito gira :D
Afinal...a Jasmine é de origem árabe ou muçulmana, certo? A Pocahontas é indígena, povo que os primeiros colonos americanos escravizaram e escorraçaram, a Mulan é chinesa...Enfim!! A Disney está a ter princesas de todas as raças e acho muito bem.

JM disse...

Mas vocês já sabem que aqueles norte americanos não são muito bons da cabeça e implicam por tudo e por nada. É o que dizes Jojo. Se não houvesse uma princesa negra são racistas, mas se há é porque estão a aproveitar o facto de haver um presidente negro para promoverem a marca. Por mim, desde que o filme seja giro tudo o resto é acessório (ruído de fundo).
BJ*